Como funciona a aposentadoria com idade mínima e pedágio 100%?

Como funciona a aposentadoria com idade mínima e pedágio 100%?

Já sabemos que o Bil, irmão do Leo, poderá se aposentar aos 57 anos de idade.

E o Leo, marido da Sil, quando poderá se aposentar pelo INSS?

Vamos lembrar o caso do Leo. Ele tem 50 anos de idade e 30 anos de contribuição ao INSS.

Como o Leo tinha 29 anos de tempo de contribuição até a data da Reforma da Previdência em 13/11/2019, ele poderá se aposentar pela regra de transição da aposentadoria por tempo de contribuição com idade mínima e período adicional de 100%.

Para ter acesso a essa regra de transição, o segurado deverá possuir uma idade mínima; ou seja, 57 (cinquenta e sete) anos de idade, se mulher, e 60 (sessenta) anos, se homem.

Além disso, deverá cumprir o tempo de contribuição de 30 (trinta) anos de tempo de contribuição, se mulher, e 35 (trinta e cinco) anos, se homem, acrescidos do período adicional.

O período adicional corresponde a 100% (cem por cento) do tempo de contribuição que faltava ao segurado para atingir os 30 (trinta) anos de tempo de contribuição, se mulher, ou os 35 (trinta e cinco), se homem, na data de entrada em vigor da Emenda, que foi em 13/11/2019.

Puxa parece complicado, né? Mas vamos explicar, utilizando o caso do Leo.

Em 13/11/2019, o Leo tinha 29 anos de tempo de contribuição e assim faltavam 06 anos para atingir os 35 anos de tempo de contribuição.

Assim, pela regra do pedágio 100%, o Leo terá que contribuir 06 anos e mais 06 anos; ou seja, 12 anos, contados a partir de 11/2019, para poder se aposentar em 12/2031, aos 60 anos de idade.

Assim é possível se aposentar aos 60 anos de idade.

E ainda vale destacar que nesta modalidade de aposentadoria o valor da renda corresponde a 100% da média de todos os salários recolhidos desde julho de 1994 ou desde o início dos recolhimentos, caso seja posterior a julho de 1994.

Portanto, conhecer sua atual situação previdenciária é o ponto fundamental para direcionar seu projeto de vida.

E o tempo ainda é o melhor aliado para eventuais ajustes, inclusive para investimentos de longo prazo, como a previdência.

Pense nisso e conte conosco, compartilhando nossos conteúdos e sugerindo novos temas.

Deixe uma resposta